Pular para o conteúdo principal

Sobre o filme: Ritmo do Amor

Ontem assisti ao filme Ritmo do Amor pela segunda vez. Não vim aqui dar resenha, apenas lhe contar o que aprendi. 



O Carinha (sou péssima em lembrar nomes) era surdo, mas ninguém percebia, pois ele não usava sua deficiência pra se isolar do mundo, pelo contrario, mostrou seu talento na dança.

O que me chamou muito a atenção é que ele poderia estar com o aparelho desligado se você estivesse de frente ele fazia leitura labial e conversava numa boa.

Teve uma parte no filme que um cara queria arrumar confusão, como ele estava de costas não percebeu, o nervosinho acabou indo embora. Percebi, que se você não der ouvido à algumas coisas evitará confusão.

Também aprendi a importância de conversar com as pessoas olhando olho no olho porque assim conseguimos ver o que ela realmente está sentido. Às vezes nos passamos de ‘’surdos’’ por interpretamos como queremos as coisas.  

Talvez, a nossa deficiência seja não ouvir corretamente as pessoas.

Comentários

  1. Adorei o jeito que interpretou o filme, eu nunca vi, mas ele parece ser bem legal!
    Provavelmente eu vou acabar chorando no final, mas ok! HaHa!
    Eu realmente gostei do jeito que interpretou os sentidos do filme, e considerando, em algumas das cenas, a surdez como algo normal entre várias das pessoas. E que as vezes não ouvir pode ser mil vezes melhor. Gostei muito da sua frase final, e concordo com ela, as vezes muitas pessoas criam expectativas daquilo que simplesmente não existe! Amei o post! Bjus :**

    http://mar-de-ideia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada.

    PS: Eu também chorei! Mais xiiiu. rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada por falar desse filme, estava hoje igual a uma louca
    tentando lembrar o nome dele e não conseguia por nada :D
    Você é um anjo!!!!
    Esse filme é ótimo mesmo *---*
    Blog Larissa Mascarenhas

    ResponderExcluir
  4. Adorei o seu ponto de vista sobre o filme, isso é um diferencial! adorei
    www.maquiandopalavras.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Artigos Vários de Psicologia

Olááá Galerinha♥ Tudo bem? Há um tempo escrevi um texto aqui no blog contado que estava cursando Psicologia e a Chiado Editora que é nossa parceira me enviou esse livro cheio de artigos, não é puro amor?

São 87 artigos escritos por Sérgio Resende (formado em Psicologia Clinica) e estão organizados por ordem cronológica de 2007 a 2013. O legal é que são vários temas abordados, por exemplo, antropologia psicanalítica, hiperatividade, perturbações alimentares, complexo de Édipo, psicologia política, psicologia evolutiva, psicologia da religião, psicologia matemática, fobias, criatividade, telepatia e, para além de outras análises do comportamento e funcionamento psicológico humano, Teoria do Tudo em Psicologia e exopsicologia. Não são de mais?
 Eu que estou nessa vibe de estudar as abordagens e assuntos relacionados à Psicologia achei incrível esses artigos. Como são pequenos dá sempre vontade de continuar lendo. Ah e se você tem curiosidade de saber sobre a caracterização psicológica dos p…

Resenha: Fado

Olá, como estão às coisas por ai? Se não estiverem bem acredite que a poesia pode curar. Amor, espiritualidade, alma, mente, destino... São temas abordados no livro de poesias Fado escrito por Daniel Horta Botelho e Castro. Há um tempo recebi um e-mail da editora Chiado me convidando para contar desse livro pra vocês e não esperava que fosse gostar tanto. Em cada poesia um tema que parece complicado, mas ao ler o ponto de vista de Daniel parece mais fácil encontrar o equilibro.
FADO é paraNós. Por umMundo melhor. Por todosNós.” 
Ah, sem contar as ilustrações lindas que aparecem vez ou outra para dar mais vida a poesia.


Esse livro foi publicado em Maio desse ano como o objetivo de “levar-nos a superar o triste estado em que chegamos.” Parece dramático, mas não há outra expressão para se referir a um poeta que transforma confusões em caminhos e que tem a sensibilidade de eternizar isso.


Espero que tenha ficado curioso para ler, clique nesse link e saiba mais.


Continue sendo essa pessoa ilum…

Diferença entre esmalte cremoso e cintilante

Olá Galerinha ♥ Tudo bem? Como foi o dia das mães por ai? Aqui comemoramos no sábado porque minha mãe estava de plantão no domingo. Enfim, esses dias eu disse aqui no blog que tinha dificuldades de pintar as unhas porque existem dois tipos de esmaltes e quando comecei só conseguia com o cremoso. Então, vim aqui explicar a diferença pra quem não sabe.