sábado, 6 de setembro de 2014

DIREÇÃO



Ao lado do perfeito existe o tudo e o nada. Seguindo nesse raciocínio poucos sabem a doze certa de cada. Se ultrapassarmos do nada e deixarmos o nosso carinho do comodismo parado ali, não vai ser possível alcançar o perfeito. É uma questão de ser um bom motorista, sabe? Se por um descuido você acelerar demais e chagar ao tudo, vai ser uma multa enorme. Ninguém quer estar perto de um motorista ruim, o medo de andar com alguém que mal sabe o que faz é terrível.

Com esse monte de pontinhos na carteira de motorista fica difícil de ter á confiança de seu passageiro. Mas não leve a mal, caro leitor, confiança se reconstrói a cada dia, não deixe de tentar.

Aprenda que para tudo existe tempo, momento e apresar as coisas o levaram ao tudo e o nada. Sei que muitos dizem que o tudo é uma coisa boa, mas não é. Quando alguém sabe de tudo não é um relacionamento. Para ser construindo um relacionamento precisa de: calma, tempo; para obter aprendizagem. E, assim com o tempo se torna perfeito e inesquecível.

Se acaso achar que sei veículo está indo rápido de mais, reduza a velocidade porque é devagar que chegamos à perfeição.

Redes Sociais:  FanPage  Twitter  Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

A rosa que não lhe dei

Não sei exatamente onde tudo se perdeu. Se foi na brincadeira ou na própria desculpa que era outra brincadeira, segundo você mesmo. Acr...