Pular para o conteúdo principal

Um pouco sobre o ensino médio + recadinho aos idiotas

Se um dia vocês me perguntarem em que período mais sofri a resposta sempre será a época da escola. Sério.  Todas as histórias se cruzam por lá e um dia conto tudo detalhadamente. Lá aprendi que essas coisas de filmes americano não acontecem, pelo menos nunca pegaram meus livros que por desastre deixei cair.

Quando quero tenho facilidade em “me enturmar” e quando não, meu bem me deixe. Provavelmente estarei na minha hipérbole de pensamentos. Sempre amei conversar e mostrar para os outros que EU-SABIA-TUDO. Não era bem assim, mas eu precisava mostrar que sabia né? Pode mandar, pergunta, vem cá!

Chega uma hora que você percebe que o silencio diz muita coisa e junto com ele vem trazendo pessoas que vem pra ficar. Mesmo quando você não quer. Nem adianta tentar afasta-las, assuma que precisa delas. Sei que as coisas podem estar de ponta cabeça e compartilhar não parece interessante (urgh!). Sai dessa neura e deixe amizades entrar para sua vida.

Qualquer pessoa que foge um pouquinho do padrão sofre de algum modo. Nem me venham falar sobre autoestima sendo que armam uns tolos á favor da ditadura da beleza. Não é fácil conviver com uma corja de idiotas que te fazem lembrar que você não parece a garota x.

Olha, me poupe e me economize não sou e  nem vou ser.

Infelizmente ou felizmente - depende do ponto de vista- cada um tem sua personalidade e biotipo e ainda bem. Que preguiça de pessoas que querem ser igual aos outros. Põe na sua cabeça que Deus te fez e jogou a forma fora oras.

No ultimo dia de aula surgiu em mim um sentimento de liberdade. Não sou obrigada conviver com pessoas sem conteúdo. Sabe aquelas pessoas que só vão à escola pra tumultuar e mostrar a roupinha nova? Desculpe, não sou obrigada mesmo. Preciso confessar que sinto falta dos meus amigos, por mais que nos vemos não temos um contato diário.

Para terminar só tenho uma coisa a dizer para os IDIOTAS-INFELIZES que tentam fazer a vida dos outros um inferno: MELHORE. 


Facebook Instagram | YouTube

Comentários

  1. Para terminar só tenho uma coisa a dizer para os IDIOTAS-INFELIZES que tentam fazer a vida dos outros um inferno: MELHORE.


    Arrasou!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Artigos Vários de Psicologia

Olááá Galerinha♥ Tudo bem? Há um tempo escrevi um texto aqui no blog contado que estava cursando Psicologia e a Chiado Editora que é nossa parceira me enviou esse livro cheio de artigos, não é puro amor?

São 87 artigos escritos por Sérgio Resende (formado em Psicologia Clinica) e estão organizados por ordem cronológica de 2007 a 2013. O legal é que são vários temas abordados, por exemplo, antropologia psicanalítica, hiperatividade, perturbações alimentares, complexo de Édipo, psicologia política, psicologia evolutiva, psicologia da religião, psicologia matemática, fobias, criatividade, telepatia e, para além de outras análises do comportamento e funcionamento psicológico humano, Teoria do Tudo em Psicologia e exopsicologia. Não são de mais?
 Eu que estou nessa vibe de estudar as abordagens e assuntos relacionados à Psicologia achei incrível esses artigos. Como são pequenos dá sempre vontade de continuar lendo. Ah e se você tem curiosidade de saber sobre a caracterização psicológica dos p…

Resenha: Fado

Olá, como estão às coisas por ai? Se não estiverem bem acredite que a poesia pode curar. Amor, espiritualidade, alma, mente, destino... São temas abordados no livro de poesias Fado escrito por Daniel Horta Botelho e Castro. Há um tempo recebi um e-mail da editora Chiado me convidando para contar desse livro pra vocês e não esperava que fosse gostar tanto. Em cada poesia um tema que parece complicado, mas ao ler o ponto de vista de Daniel parece mais fácil encontrar o equilibro.
FADO é paraNós. Por umMundo melhor. Por todosNós.” 
Ah, sem contar as ilustrações lindas que aparecem vez ou outra para dar mais vida a poesia.


Esse livro foi publicado em Maio desse ano como o objetivo de “levar-nos a superar o triste estado em que chegamos.” Parece dramático, mas não há outra expressão para se referir a um poeta que transforma confusões em caminhos e que tem a sensibilidade de eternizar isso.


Espero que tenha ficado curioso para ler, clique nesse link e saiba mais.


Continue sendo essa pessoa ilum…

Diferença entre esmalte cremoso e cintilante

Olá Galerinha ♥ Tudo bem? Como foi o dia das mães por ai? Aqui comemoramos no sábado porque minha mãe estava de plantão no domingo. Enfim, esses dias eu disse aqui no blog que tinha dificuldades de pintar as unhas porque existem dois tipos de esmaltes e quando comecei só conseguia com o cremoso. Então, vim aqui explicar a diferença pra quem não sabe.