terça-feira, 3 de março de 2015

Mesmice


Tenho dificuldade de lidar com a mesmice, por mais que me acostumo muito com os momentos. É estranho, mas ver a decoração dos móveis todo dia igual me irrita. Todo sábado é dia de faxina aqui em casa e faço questão de mudar pelo menos um objeto de lugar. Tem vezes que não da certo porque o quarto não é só meu e preciso respeitar isso.

Às vezes penso que alguns pertences transmitem minha personalidade. Só que eu vivo mudando o jeito de ver a vida e parece que algumas coisas perderam o valor.

Sinto falta da correria de trabalhar e estudar. Sou pontual e amo ter as horas contadas pra tudo. Organização sabe? Mas sempre tinha aquele dia que eu perdia o ônibus e ficava irritada só por alguns instantes porque sabia que nesse tempo de esperar outro poderia aparecer alguém bem legal e isso mudaria minha vida.

É. Passo a maior parte do tempo sonhando.

Agora, não tem mais correria. Só existe saudade de um tempo distante que promete não voltar. A saudade, dona das poesias mais lindas e lágrimas sinceras. Saudade esta que transfigura o coração. As coisas estão no mesmo lugar. Estou de novo no ponto de partida. E me corta o coração em não poder troca-las ou sair lugar.


Em compensação a minha prateleira muda todos os dias. 

2 comentários:

  1. Mas sempre tinha aquele dia que eu perdia o ônibus e ficava irritada só por alguns instantes porque sabia que nesse tempo de esperar outro poderia aparecer alguém bem legal e isso mudaria minha vida.


    A melhor parte kkkk kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me lembrou a gente conversando na estação agora haha

      Excluir


Abra seu coração aqui!

A rosa que não lhe dei

Não sei exatamente onde tudo se perdeu. Se foi na brincadeira ou na própria desculpa que era outra brincadeira, segundo você mesmo. Acr...