Pular para o conteúdo principal

Futuro e outras coisas



Estou vivendo uma fase da minha vida que não sei que rumo tomar e é nesse momento que normalmente paramos pra ver as merdas que fizemos e olha que tem um bocado. Minha mãe sempre diz que não levo as coisas a sério e que vivo no mundo da lua, em partes é verdade, mas em relação ao meu futuro levo bem mais que a sério.

Desde pequena penso em ser independente. As meninas da minha sala sempre queriam casar e terem filhos e eu não, fui fazer amizade com os meninos, tínhamos mais coisas em comum. Queria que o Nauan tivesse lendo esse texto, eu o conheci na segunda série e achava linda as covinhas dele eu nunca disse porque ele sempre tinha histórias de games para me contar. O legal é que quando estudávamos na mesma escola sempre voltávamos juntos e ele é a prova viva que desde pequena tenho esse jeito.

Enfim, nunca me imaginei de noiva nem nada, acho lindo esse sonho, mas pros outros e enquanto isso eu queria comprar minha casa e decorar como eu bem entender, ter um carro e ser formada em jornalismo (tá faculdade já pensei em mudar varias vezes, mas já vi que não tem jeito haha).

Se você parar pra pensar nesse mundo que trás nas costas pensamentos machistas eu penso como um homem. Só que vejo isso apenas como independência e é isso que quero pra minha vida, ser livre.

Como viver é caro comecei a focar muito nesses objetivos e esqueci de viver o momento. É bom se esforçar - ainda mais pra esse tanto de coisa que quero. Só que se eu morrer hoje não vou levar nadinha. Vou carregar comigo os momentos bons. Ainda bem que me dei conta disso (claro, conversando com a minha mãe e ela sempre me ajudando ♥) e amigos, não quero ser mais essa pessoa que desmarca tudo.

Não sei que direção minha vida ira tomar só sei que quero balancear. Saber que estamos aqui pra viver e são consequências nossas conquistas. Não quero chegar lá na frente sem meus amigos. Se você esta se perguntando se mudei de pensamento sobre casar a resposta é não. Esse negócio de relacionamentos amorosos não são pra mim meus caros, meu negocio é escrever sobre.

Comentários

  1. Não quero chegar lá na frente sem meus amigos.

    Chorei.... Apenas!

    ResponderExcluir
  2. Digamos que eu e você partilhamos de pensamentos similares. A única diferença aqui é que eu realmente desejo casar, ter meus filhinhos e um casa que caiba cachorros grandes.

    Mas independência sempre foi meu objetivo na vida desde os meus 8 anos de idade.
    Porem é claro não desprezo em momento algum o carinho e calmaria que alguém pode me trazer.

    Entendo seu ponto dr vista. Sua posição é algo forte que nem ouso me arriscar a pensar assim. ( sei que não conseguiria) ( ou talvez sim...quem sabe...a vida guia)

    Gostei muito do texto e ele abriu minha mente pra muita coisa. Porém trouxe uma pequenina parcela de medo. Mas esse medo é normal geralmente sinto ele antes de dormir. Hoje ele veio mais cedo. Tudo bem... Posso lidar com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O legal é que ao mesmo tempo que nos parecemos somos diferentes.
      PS:Não chore, obrigada! :D

      Excluir
  3. Ser INDEPENDENTE sempre foi meu sonho , quero muito morar sozinha ter o meu canto e mandar nas minhas coisas sem ninguém opinar, mas também sonho em casar , ter toda aquela cerimônia ficar gravida e ter meus filhos , ter toda aquela rotina, que me encanta por um lado e me assusta por outro , vejo todas as minhas amigas casando e tendo filho confesso que meu único pensamento sobre isso é que Eu ainda vou pode viver muito , aprender muito e conhecer coisas que ainda não conheço , não que com filhos e marido eu não possa , mas é completamente diferente .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho tão mais tão legal quem pensa assim, de construir um família e tal. Que você consiga realizar seus sonhos e nunca tenha medo do que esta por vir ♥

      Excluir

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Artigos Vários de Psicologia

Olááá Galerinha♥ Tudo bem? Há um tempo escrevi um texto aqui no blog contado que estava cursando Psicologia e a Chiado Editora que é nossa parceira me enviou esse livro cheio de artigos, não é puro amor?

São 87 artigos escritos por Sérgio Resende (formado em Psicologia Clinica) e estão organizados por ordem cronológica de 2007 a 2013. O legal é que são vários temas abordados, por exemplo, antropologia psicanalítica, hiperatividade, perturbações alimentares, complexo de Édipo, psicologia política, psicologia evolutiva, psicologia da religião, psicologia matemática, fobias, criatividade, telepatia e, para além de outras análises do comportamento e funcionamento psicológico humano, Teoria do Tudo em Psicologia e exopsicologia. Não são de mais?
 Eu que estou nessa vibe de estudar as abordagens e assuntos relacionados à Psicologia achei incrível esses artigos. Como são pequenos dá sempre vontade de continuar lendo. Ah e se você tem curiosidade de saber sobre a caracterização psicológica dos p…

Diferença entre esmalte cremoso e cintilante

Olá Galerinha ♥ Tudo bem? Como foi o dia das mães por ai? Aqui comemoramos no sábado porque minha mãe estava de plantão no domingo. Enfim, esses dias eu disse aqui no blog que tinha dificuldades de pintar as unhas porque existem dois tipos de esmaltes e quando comecei só conseguia com o cremoso. Então, vim aqui explicar a diferença pra quem não sabe.

Resenha: Lápis para olhos da Ruby Rose

Olá galerinha♥ Tudo bem? Eu não iria escrever nada sobre esse lápis de olho porque ele é horrível. Sei que é ruim falar assim, mas eu não tenho esse preconceito de usar produtos baratos, têm alguns que são excelentes, mas esse não. Ai pensei em fazer esse post como uma pessoa que viu um produto com o preço legal e quis levar pra experimentar. Amo quando alguém diz pra mim se o produto realmente funciona  então eis me aqui pra contar pra vocês!