sábado, 25 de abril de 2015

O amor é sempre mais...

“Nossa, credo, se fosse mais bonita eu até pegava” foi isso que um cara disse pra um amigo quando uma garota passou pelo ponto de ônibus em que estávamos. Pensei em ir falar: E ai mano, a menina só esta andando na rua e não está pedindo sua opinião se você “cataria” ou não. Guarde o seu "favor" pra você.

Mas ao invés disso respirei e fiquei com isso na cabeça há dias. Primeiro esse cara é daquelas pessoas que ninguém faz questão de conhecer. Segundo como ele deve ser infeliz. Terceiro ninguém (tá não se pode generalizar nunca) anda por ai na intenção de ser avaliado. Ninguém sai na rua pensando que está em uma vitrine de açougue onde cada um escolhe a carne que lhe satisfaz.

E tem mais: por que as pessoas julgam tanto pela aparência? Às vezes a menina é tão gente boa. Será que aquele cara é tão podre por dentro que não é capaz de sentar e conversar com alguém? Será que ele é tão inseguro que aponta os outros na rua pra se sentir melhor? Será?



Beleza é tão relativo. São tantos preconceitos escondidos em um padrão. Por outro lado também quantas meninas  já ouvi falar que quando o cara é bonito dar em cima dela tudo bem, mas quando o cara é feio é assédio.


Dói ouvir essas coisas porque eu queria que essas pessoas soubessem que o amor é mais do que a casca. É mais que um padrão. Queria que essas pessoas se amassem e parecem que tentar ofuscar seus defeitos apontado o do outro. Queria que eles descobrissem que o amor de verdade é sempre mais. Que quando as almas se encontram é sempre mais e não tem padrão que permaneça. 


Vamos ser amigos? Facebook | FanPage | Instagram |

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

A rosa que não lhe dei

Não sei exatamente onde tudo se perdeu. Se foi na brincadeira ou na própria desculpa que era outra brincadeira, segundo você mesmo. Acr...