Pular para o conteúdo principal

Amanhã


Fico imaginando quantos sonhos perdidos existem por ai, inclusive alguns meus. É tão difícil chegar a uma idade que você imaginou sua vida estaria ingressada. Quando se é criança tudo se resolve em um estalar de dedos.  Conforme os anos vão passando é frustrante saber que não é bem assim e nenhum Padrinho Mágico vira dar um jeitinho.

O blog ficou desatualizado por alguns dias, mas sabe quando sua vida esta indo ao contrário do esperado? É como se um vazio habitasse no peito e pedisse um tempo para pensar. Ai senta que lá vem nostalgia. Percebi que planejei minha vida sem resolver os problemas que iram me seguir até conseguir soluciona-los, coisas que não dependem só de mim.

Me sinto horrível ao pedir dinheiro pros meus pais e me sinto pior ainda ficando em casa. Nada contra quem gosta, mas eu não nasci pra ser dona de casa. Amo organização, limpeza, só que todo dia me irrita. Sempre quis trabalhar fora, no meu último/primeiro emprego ganhava menos de quatrocentos reais e me sentia a pessoa mais independente do mundo, mesmo não sendo. Só por pegar uma conta aqui de casa e pagar ,chegar e mostrar pros meus pais. Pura satisfação.

Acho mais do que justo. Só que para eu ter um emprego bom amanhã terei que estudar e isso não é sacrifício nenhum para mim, amo passar o tempo conhecendo coisas novas. Como sempre coloquei na cabeça que não é preciso ter pressão para se escolher uma faculdade decidi logo o curso. Lógico que troquei de ideia algumas vezes até ter certeza, mas nunca pensei que preciso decidir logo por que iria fazer aquilo pra sempre.

Pelo amor de Deus, temos tanto tempo pra mudar de ideia. Não se aprisione a esse pensamento.  Escolher um curso não é a pior parte, difícil e saber como ira pagar e resolver alguns problemas emocionais.

Os pais sempre quer dar o melhor para os filhos e eles nem sabem o quanto sou grata a isso. Mas é injusto (no meu ponto de vista) eles terem que pagar a minha faculdade. Eu que preciso ir atrás, não quero dar mais esse gasto.  Desde o “fim” do meu contrato já perdi as contas de quantos currículos mando por dia. Então, meio que propus um acordo a minha mãe que se as coisas correrem bem eu entraria na faculdade ano que vem e ela anotaria em um papel tudo que irá gastar e quando eu arrumar um emprego pagarei.   


Não foi o melhor acordo do mundo mais o que me senti bem até então.  Mas aos pouquinhos as coisas vão se ajeitando como deve ser porque no final é sempre assim: vivemos o que está escrito. Às vezes tenho vontade de roubar esse caderno e acrescentar/adiantar algumas coisas, mas a pressa nunca me trouxe frutos bons. Então, estamos ai para o que vier para o que sonhamos e para o que der. Desejo que a cada por do sol os sonhos estejam mais perto de se realizar.   

Vamos ser amigos? Facebook | FanPage | Instagram |

Comentários

  1. Lindo pensamento, as coisas são difíceis mais com muito amor e esforço conseguimos tudo que sonhamos
    Beijo
    http://niviacoelhomakeup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Sabe que me identifiquei pra caramba com esse texto né?

    Primeiro: AHHH QUE SAUDADE DA GOTA SERENA!

    Segundo: senti oque você sentia ontem na boca di caixa pegando meu VT.
    É gratificante vermos as coisas que sempre queremos acontecer.
    Por mais que hoje vivamos o inverso, tenho certeza de que você vai ser feliz e que vai conseguir um emprego e pagará seus estudos.

    Você esta no caminho certo, não desista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TÔ com saudades também, que nessa nona fase tudo de certo pra você ♥

      Excluir

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Artigos Vários de Psicologia

Olááá Galerinha♥ Tudo bem? Há um tempo escrevi um texto aqui no blog contado que estava cursando Psicologia e a Chiado Editora que é nossa parceira me enviou esse livro cheio de artigos, não é puro amor?

São 87 artigos escritos por Sérgio Resende (formado em Psicologia Clinica) e estão organizados por ordem cronológica de 2007 a 2013. O legal é que são vários temas abordados, por exemplo, antropologia psicanalítica, hiperatividade, perturbações alimentares, complexo de Édipo, psicologia política, psicologia evolutiva, psicologia da religião, psicologia matemática, fobias, criatividade, telepatia e, para além de outras análises do comportamento e funcionamento psicológico humano, Teoria do Tudo em Psicologia e exopsicologia. Não são de mais?
 Eu que estou nessa vibe de estudar as abordagens e assuntos relacionados à Psicologia achei incrível esses artigos. Como são pequenos dá sempre vontade de continuar lendo. Ah e se você tem curiosidade de saber sobre a caracterização psicológica dos p…

Resenha: Fado

Olá, como estão às coisas por ai? Se não estiverem bem acredite que a poesia pode curar. Amor, espiritualidade, alma, mente, destino... São temas abordados no livro de poesias Fado escrito por Daniel Horta Botelho e Castro. Há um tempo recebi um e-mail da editora Chiado me convidando para contar desse livro pra vocês e não esperava que fosse gostar tanto. Em cada poesia um tema que parece complicado, mas ao ler o ponto de vista de Daniel parece mais fácil encontrar o equilibro.
FADO é paraNós. Por umMundo melhor. Por todosNós.” 
Ah, sem contar as ilustrações lindas que aparecem vez ou outra para dar mais vida a poesia.


Esse livro foi publicado em Maio desse ano como o objetivo de “levar-nos a superar o triste estado em que chegamos.” Parece dramático, mas não há outra expressão para se referir a um poeta que transforma confusões em caminhos e que tem a sensibilidade de eternizar isso.


Espero que tenha ficado curioso para ler, clique nesse link e saiba mais.


Continue sendo essa pessoa ilum…

Diferença entre esmalte cremoso e cintilante

Olá Galerinha ♥ Tudo bem? Como foi o dia das mães por ai? Aqui comemoramos no sábado porque minha mãe estava de plantão no domingo. Enfim, esses dias eu disse aqui no blog que tinha dificuldades de pintar as unhas porque existem dois tipos de esmaltes e quando comecei só conseguia com o cremoso. Então, vim aqui explicar a diferença pra quem não sabe.