segunda-feira, 1 de junho de 2015

Errado é querer viver em uma bolha

Por que toda vez que conhecemos um cara legal, deixamos nossa insegurança jogar mil razões pelo que isso não dará certo em nossa cara?

Ele está enxergando seu corpo, nariz, cabelo... Não está? Todo mundo tem complexo com alguma parte do corpo, eu sei, mas se cara tá vendo e continua ai. Qual é o problema?

Sei que existem vários medos, relacionamentos frustrados só que não pode generalizar, sabe? Ninguém gosta de ser comparado. Então, não podemos culpar as pessoas pelos nossos próprios medos.

Se o cara está ai é porque não se importa com aquilo que você insiste achar que é um defeito. Ficamos tão bitolados com coisas bobas do corpo ou característica achando que é o fim do mundo e quem olha de fora não vê como um defeito e sim qualidade.


Por isso que somos diferentes. Cada qual com seu gosto e essa é a graça. A insegurança afasta bem mais do que uns quilinhos extras ou qualquer outra coisa de errado que acha que tenha. Errado é querer viver em uma bolha.

 Vamos ser amigos? Facebook | FanPage | Instagram |

8 comentários:

  1. Realmente apenas li verdades,as vezes achamos cada defeito aonde não tem,apenas inventamos,e quem olha de fora não vê como defeito e sim com qualidades,e por isso temos que da valor.
    Beijos
    http://nadadecontodefadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. É verdade, parece que a insegurança fala mais alto e por causa disso muitas vezes deixamos passar uma oportunidade de nos sentir feliz com uma pessoa legal do nosso lado.

    www.faseseestacoes.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ahhh insegurança é um tremendo problema.

    Admiro e muito pessoas que driblam ela.

    Aos poucos vou aprendendo a lidar com isso, mas como um ser humano todo errado que sou, digo que não terei grandes sucessos! Mas tentarei ;)

    Ótimo texto :)

    ResponderExcluir


Abra seu coração aqui!

A rosa que não lhe dei

Não sei exatamente onde tudo se perdeu. Se foi na brincadeira ou na própria desculpa que era outra brincadeira, segundo você mesmo. Acr...