Pular para o conteúdo principal

Não alisa, não


Quando saímos da fase de criança e entramos na aborrecência nada parece ajudar, o cabelo não fica bom de jeito nenhum, a pele enche de espinhas... Tudo é mais, menos a auto estima.

Quem tem cabelo cacheado nessas horas já parte para a progressiva. Entendo que  não é fácil lidar com os cachos quando não se tem informações e nem referências. Antes de tomar qualquer decisão, senta ai, vamos conversar!

Eu sei que não importa se alguém disser que seus cachos são bonitos não irá fazer você mudar de ideia. Já estive no seu lugar e a progressiva parece um sonho que irá resolver seus problemas e você poderá parar de andar com o cabelo preso. Andar ao vento será sinônimo de liberdade. Seu cabelo vai ficar igual o da menina da novela e vai dar pra você fazer o mesmo corte.

Como tudo na vida sempre escolhemos fugir e a fuga da vez será o formol. O caminho mais fácil até quinze dias depois do “tratamento”. A maioria dos cabeleireiros prometem que depois que aplicar a química nos fios será preciso apenas passar o secador e pronto, mas já vou adiantar que não é assim. Se quiser um acabamento bonito terá que passar a chapinha também.

Nas primeiras semanas de empolgação você nem vai ligar mais depois de umas duas semanas vai perceber o quanto enche o saco, o processo irrita. Só que tudo bem porque sua auto estima está lá em cima.

O tempo vai passando e não é mais tão legal ficar no calor secando o cabelo e passando a chapinha. A raiz irá crescer e é difícil pra caramba deixa-la igual ao resto do cabelo. Os fios estão quebrados e sem vida, mas o que importa é que estão lisos.

Ah, e nem sempre se tem grana para refazer a raiz porque além de tudo é caro pra caramba.

Tô contando aqui o grosso do que acontece porque tem a parte emocional da história. A variação de humor entre as fases. Provavelmente, se a raiz tiver grande você nem vai querer sair de casa. Consegue achar o erro? Amar superficialmente nunca deu certo, nem com cabelo.

Depois de tudo você escolhe voltar aos cachos e sabe que a luta vai ser grande. Se antes achava o cabelo difícil de cuidar imagine agora que tem partes que não quer cachear e outras que não quer alisar. Ai que muitas decidem fazer o BC ou seja, cortar curtinho o cabelo.

Tudo bem querer alisar o cabelo, mas existem consequências e não quero que você diga que não sabia. Faça sabendo os pós e contras. Tudo bem querer fazer um chapinha de vez em quanto, sou a favor de mudanças temporárias.

Quando me diziam que meus cachos eram lindos eu não quis saber, como não sabia cuidar apelei para progressiva e hoje luto para eles voltarem.


Enfim, antes de tomar qualquer decisão pense bem e lembre-se que se você não se amar não é um cabelo liso que lhe trará auto estima.

 Vamos ser amigos? Facebook | FanPage | Instagram |

Comentários

  1. AMO cachos, acho a coisa mais linda do mundo e não entendo quem tem e quer alisar haha
    Sempre aquela né, quem tem cabelo liso quer enrolar e vice-versa!
    Sua última frase, tipo MARAVILHOSA hahaha realmente, não é um cabelo que trará auto estima
    Beijos <3

    estranhanoparaiso.com.br
    youtube.com/estranhanoparaisoh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre, sempre. Nunca estamos satisfeitas. Beijoooos ♥

      Excluir
  2. Vanessa passei por isso tbm! E é exatamente como falou, qdo a raiz cresce não da vontade de sair de casa... Mas fiz a escolha beeeem consciente, pq eu sou extremamente desleixada e meus cachos nunca foram cachos realmente e sim um armado! Hehehe!
    Mas acho lindo quem trata bem dos cabelos e eles ficam com os cachos definidos e brilhantes!!! *.*

    Eu, Tu, Nós | http://eutunos2.blogspot.com.br
    Bjoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por ter encontrado o estilo de cabelo que se sente bem ♥

      Excluir

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Artigos Vários de Psicologia

Olááá Galerinha♥ Tudo bem? Há um tempo escrevi um texto aqui no blog contado que estava cursando Psicologia e a Chiado Editora que é nossa parceira me enviou esse livro cheio de artigos, não é puro amor?

São 87 artigos escritos por Sérgio Resende (formado em Psicologia Clinica) e estão organizados por ordem cronológica de 2007 a 2013. O legal é que são vários temas abordados, por exemplo, antropologia psicanalítica, hiperatividade, perturbações alimentares, complexo de Édipo, psicologia política, psicologia evolutiva, psicologia da religião, psicologia matemática, fobias, criatividade, telepatia e, para além de outras análises do comportamento e funcionamento psicológico humano, Teoria do Tudo em Psicologia e exopsicologia. Não são de mais?
 Eu que estou nessa vibe de estudar as abordagens e assuntos relacionados à Psicologia achei incrível esses artigos. Como são pequenos dá sempre vontade de continuar lendo. Ah e se você tem curiosidade de saber sobre a caracterização psicológica dos p…

Diferença entre esmalte cremoso e cintilante

Olá Galerinha ♥ Tudo bem? Como foi o dia das mães por ai? Aqui comemoramos no sábado porque minha mãe estava de plantão no domingo. Enfim, esses dias eu disse aqui no blog que tinha dificuldades de pintar as unhas porque existem dois tipos de esmaltes e quando comecei só conseguia com o cremoso. Então, vim aqui explicar a diferença pra quem não sabe.

Resenha: Lápis para olhos da Ruby Rose

Olá galerinha♥ Tudo bem? Eu não iria escrever nada sobre esse lápis de olho porque ele é horrível. Sei que é ruim falar assim, mas eu não tenho esse preconceito de usar produtos baratos, têm alguns que são excelentes, mas esse não. Ai pensei em fazer esse post como uma pessoa que viu um produto com o preço legal e quis levar pra experimentar. Amo quando alguém diz pra mim se o produto realmente funciona  então eis me aqui pra contar pra vocês!