quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Deixe estar

Foto do post: Fotos do Parque Central - Santo André 
Flávia, sempre foi de falar o que sentia. Não tinha medo de ouvir um não até ouvi-lo. Jurava que daquela vez seria diferente. Com a quantidade de pessoas com gostos diferentes, alguém havia de gostar dela.

Não pense que Flávia sai por ai se declarando para todo mundo, também não é assim. Ela se conhece e aposta em quem se encaixava na em sua peneira. Aliás, você conhece essa teoria? Assista esse vídeo se não.

Muitas vezes jurou que não se interessaria por ninguém e cá entre nos sabemos que é impossível, mas as circunstâncias a fez mudar... Hoje quando se interessa por alguém Flávia guarda pra ela. No máximo conta pro seu melhor amigo e olhe lá.

E eu olhando a história aqui do lado de fora não sei o que é melhor. Deixa estar, falar... Como tenho a oportunidade de enxergar os dois lados queria dizer pra ela não deixar seu jeito espontâneo de levar a vida,mas para ter um pouco mais de certeza sobre o que sente. Quando algo tem que acontecer, acontece. A gente nunca sabe o que o outro sente e nessa vida maluca tudo pode acontecer.


Tanto como você leitor espero ansiosamente para saber o fim dessa história. Prometo voltar e contar se souber. 


 Vamos ser amigos? Fan Page | Instagram 

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

A rosa que não lhe dei

Não sei exatamente onde tudo se perdeu. Se foi na brincadeira ou na própria desculpa que era outra brincadeira, segundo você mesmo. Acr...