Pular para o conteúdo principal

Resenha: Deuses de dois mundos - O livro do silêncio

Olááá, tudo bem? Lá vamos nós acrescentar mais um post/resenha para nossa TAG Vencendo o preconceito. Quando leio um livro que consegue ampliar minha visão sobre o mundo, penso logo em compartilhar aqui, para quem sabe não aconteça o mesmo com você. Sou apaixonada por pessoas que conseguem ter a mente aberta e acima de tudo respeitam: culturas, religiões....

Deuses de dois mundos é uma trilogia escrita por PJ Pereira, à resenha de hoje é sobre o primeiro livro: O livro do Silêncio. Vou confessar que quando acabar esse post vou correndo começar a ler o outro. 

Sinopse: "Newton Fernandes é um jovem que se define mais como ambicioso do que idealista, e está disposto a obter as mais altas posições que o jornalismo pode lhe dar. Um caso de sabotagem industrial parece ser o passaporte mais efetivo para entender e tirar proveito do enorme jogo de poder que envolve as grandes corporações. Melhor ainda se esse caminho inclui conquistas sexuais e experiências gastronômicas que possam ser descritas em detalhes nos e-mails trocados com o desconhecido que se oferece para ajudá-lo a entender a série de eventos místicos em que Newton se recusa a acreditar”.
Esse livro mexeu muito com meus sentimentos, quem acompanha o blog sabe que normalmente leio romances, mas dessa vez eu quis mudar para um gênero mais forte. E no inicio da historia começa um suspense, mistério, que preciso assumir que fiquei com medo, impressionada. Talvez, eu seja um pouco medrosa, talvez...
Ao decorrer da leitura o medo foi substituído pela curiosidade, pois os capítulos são intercalados entre o nosso mundo e o dos Orixás e vai crescendo a vontade de saber o que acontece na batalha/missão de cada lado até que elas se misturam de um jeito surpreendente.
Mito e ficção juntos tornaram a leitura gostosa e difícil de interromper, sabe? Me envolvi nos mistérios do livro e odiei algumas atitudes que New tem para crescer na sua área (jornalismo), mas o mundo místico o chama para sua missão e tudo começa ficar interessante.
Não venha ler esse livro com preconceitos dizendo que é sobre "macumba" e tal. A ficção é em torno de uma religião africana, os Iorubás (que como qualquer outra merece respeito) que dá origem a outras como, por exemplo, o Candomblé. Eles acreditam que o tempo é um clico vicioso que repete as histórias.
Informações extras:
Páginas: 261 | Escrito por: PJ Pereira | Editora: DeaBoa Prosa - selo de Safra

Amei saber mais sobre os orixás, eu sempre pesquisei muito sobre Xangô e meu coração bate mais forte de alegria por ter um pouco sobre ele nessa história. Espero que gostem desse livro tanto quanto eu! Semana que vem teremos uma continuação dessa trilogia por aqui.

Continue sendo essa pessoa iluminada e tchau

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha: Artigos Vários de Psicologia

Olááá Galerinha♥ Tudo bem? Há um tempo escrevi um texto aqui no blog contado que estava cursando Psicologia e a Chiado Editora que é nossa parceira me enviou esse livro cheio de artigos, não é puro amor?

São 87 artigos escritos por Sérgio Resende (formado em Psicologia Clinica) e estão organizados por ordem cronológica de 2007 a 2013. O legal é que são vários temas abordados, por exemplo, antropologia psicanalítica, hiperatividade, perturbações alimentares, complexo de Édipo, psicologia política, psicologia evolutiva, psicologia da religião, psicologia matemática, fobias, criatividade, telepatia e, para além de outras análises do comportamento e funcionamento psicológico humano, Teoria do Tudo em Psicologia e exopsicologia. Não são de mais?
 Eu que estou nessa vibe de estudar as abordagens e assuntos relacionados à Psicologia achei incrível esses artigos. Como são pequenos dá sempre vontade de continuar lendo. Ah e se você tem curiosidade de saber sobre a caracterização psicológica dos p…

Diferença entre esmalte cremoso e cintilante

Olá Galerinha ♥ Tudo bem? Como foi o dia das mães por ai? Aqui comemoramos no sábado porque minha mãe estava de plantão no domingo. Enfim, esses dias eu disse aqui no blog que tinha dificuldades de pintar as unhas porque existem dois tipos de esmaltes e quando comecei só conseguia com o cremoso. Então, vim aqui explicar a diferença pra quem não sabe.

Resenha: Lápis para olhos da Ruby Rose

Olá galerinha♥ Tudo bem? Eu não iria escrever nada sobre esse lápis de olho porque ele é horrível. Sei que é ruim falar assim, mas eu não tenho esse preconceito de usar produtos baratos, têm alguns que são excelentes, mas esse não. Ai pensei em fazer esse post como uma pessoa que viu um produto com o preço legal e quis levar pra experimentar. Amo quando alguém diz pra mim se o produto realmente funciona  então eis me aqui pra contar pra vocês!