sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Resenha: Deuses de dois mundos - O livro da traição


Oláá, tudo bem? A resenha de hoje é sobre o segundo livro da trilogia Deuses de dois mundos – O livro da traição. Se por acaso você não leu a resenha do primeiro livro clique aqui. Aconselho que vocês entrem no site deusesdedoismundos.com.br e assista o trailer. É muito mágico ver os personagens que imaginamos ganhar forma.
Sinopse: Em O livro da traição, o novo volume da trilogia Deuses de dois mundos, New decide contar sua história, que começa com a iniciação em um estranho grupo espiritual. Mesmo sem saber se pode confiar plenamente em seu correspondente, ele descreve sua desmedida ascensão profissional e financeira e o receio que sente ao se ver no meio de um conflitoentre grupos muito poderosos, que podem lhe dar o que deseja ou deixá-lo sem nada.
Paralelamente, Orunmilá e seus guerreiros partem em busca do resgate dos príncipes odus, única maneira de impedir que o controle do destino dos homens e dos deuses caia em mãos erradas. O grupo enfrenta inimigos perigosos, como Iku (a morte) e as poderosas feiticeiras Iá Mi Oxorongá. Mas a principal batalha é interna: é difícil manter unidos Ogum, Exu, Oxum, Iansã e Xangô, quem além de suas grandes habilidades com armas, têm personalidades fortes e muitas vezes incompatíveis.
Uma traição, tema do livro, vai sendo construída ao longo do enredo. Sorrateira, às vezes aos olhos do leitor, às vezes não. Dúvidas sobre quem traiu, quem foi traído, como e por que surgem a cada página. E as consequências podem ser catastróficas para os dois mundos.
Nesse livro nas trocas de e-mail New conta sua história e pede ajuda entre alguns desabafos, mesmo sem ter certeza de quem realmente responde. Ao decorrer do livro New começa contar detalhes de sua vida pessoal e as encrencas que se meteu.

O livro é repleto de batalhas que me causava ansiedade para terminar logo os capítulos para ver quem iria ganhar. Vou confessar que senti medos em algumas delas!

O legal do livro é que se você acredita em Orixás você vai gostar porque conhece suas origens/histórias e se não acredita vai se identificar com a desconfiança de New. 

New consegue ser reconhecido em sua profissão como sempre quis, mas com isso se mete em dois grupos poderosos e um quer o oposto do outro. Ele, por sua vez foi se deixando levar para quem mais podia acrescentar financeiramente. Na resenha anterior já comentei que não gostei muito do personagem, é aquele tipo de cara que não respeita a mulher com quem está (ao menos ele assume como pode ver na foto acima). E com essa indecisão entre qual caminho seguir, começa a se distanciar da sua verdadeira missão. Além de entrar em um caminho perigoso acaba atrapalhando a missão dos orixás. 

Agora, pra saber o resultado dessas Batalhas e ver o que a desobediência de New causou (Ah, e descobrir quem manda os e-mails) terá que ler o livro!

Informações extras:
Páginas: 378 | Escrito por: PJ Pereira | Editora: Da Boa Prosa - selo de Safra


Espero que tenha gostado e quando ler cê volta aqui pra me contar o que achou?

                                              
Continue sendo essa pessoa iluminada e tchau 
                                     
 Vamos ser amigos? Fan Page | Instagram 

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

A rosa que não lhe dei

Não sei exatamente onde tudo se perdeu. Se foi na brincadeira ou na própria desculpa que era outra brincadeira, segundo você mesmo. Acr...