segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Linhas

Foto do meu Instagram @vanessanonatoo

Poderia escrever cinquenta e quatro linhas choramingando pelos amores que a vida me trouxe e na mesma intensidade, levou. Outras trinta sobre as apostas que fiz jurando ter encontrado o amor de minha vida mesmo sem o conhecer; paixões de metrô.

Só que chega uma hora que não é mais uma questão de escolha, não é o cara que pega o ônibus no mesmo horário, nem o que estava lendo o mesmo livro e muito menos aquele que curte todas suas publicações.

Foi uma espécie de estalo que me fez perceber que ele sempre estava ali, sempre quietinho e sorrindo, mas estava ali. Não sei o que me deu na cabeça quando pensei que devia procurar em outros horizontes o que estava em minha frente.

Talvez, essas sejam mais linhas de apostas ou de um futuro incerto. Parando pra pensar a vida é isso: apostas e investimento em algo que nem sempre dá certo mais que sempre, sempre trás uma lição ou um amor.


No fim não importa muito o quando tempo dura e sim a intensidade dos momentos vividos. Às vezes me esqueço de pessoas que viveram anos comigo, não é falta de interesse. Foi porque não marcaram minha vida, mas faço questão de lembrar-me desse estalo e do sorriso lindo que me fez mudar de rumo e perspectiva. 


  Vamos ser amigos? Fan Page | Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Abra seu coração aqui!

A rosa que não lhe dei

Não sei exatamente onde tudo se perdeu. Se foi na brincadeira ou na própria desculpa que era outra brincadeira, segundo você mesmo. Acr...